They carry their torch wherever they go and illuminate the way forward.

SaLuSa 18-February-2011



Followers

Google+ Followers

Monday, March 19, 2012

Brazilian Portuguese : Nossa Família Galáctica: Mike Quinsey


Nossa Família Galáctica: Mike Quinsey em 19-03-2012


Há duas semanas atrás, Graham Dewyea entrevistou Mike Quinsey, que canaliza SaLuSa. Mike revela que ele foi convidado a canalizar por St. Germain. Aqueles que vêm seguindo Mike há anos sabem que ele também canalizou Ag-Agria de Sirius, Diane de Sirius, Ker-on de Vênus, Eli de Arcturus e outras fontes da Federação Galáctica, antes de finalmente postar mensagens apenas de SaLuSa.
Mike transita amplamente sobre os seus avistamentos de OVNIs, a cabala, as Cidades das Luzes, a Ascensão e outros assuntos de interesse. Eis uma oportunidade de conhecer um Trabalhador da Luz, cujos serviços têm impulsionado a muitos, muitos milhares em um momento crítico na história do movimento pela Ascensão. Agradeço a Ellen por esta transcrição.



------------------------------------------------------------------------------------
Nossa Família Galáctica, com Mike Quinsey

Graham Dewyea: Olá, bem-vindos à Nossa Família Galáctica. Eu sou Graham Dewyea. Nosso convidado de hoje é Mike Quinsey.
Mike talvez seja melhor conhecido por nossos ouvintes como o canalizador de SaLuSa. De Kent, Inglaterra, ele vive com sua esposa Cathy e tem dois filhos, Alan e Colin, e desde que se aposentou em 1999 como representante de vendas do campo elétrico-mecânico, desfrutou de passatempos como jardinagem, tênis de mesa de competição-- por 53 anos já, muito impressionante – escrevendo artigos e dando palestras sobre ETs, UFOs, questões de cura e espirituais.
Em meados da década de 1990, Mike se tornou editor da revista Quest, que é dedicada ao crescimento espiritual e à iluminação, e tem seu próprio programa de rádio na BBS, entrevistando autores que só recentemente foram publicados.
Bem, bem-vindo, Mike. É ótimo tê-lo no show.

Mike Quinsey: Bem, muito obrigado. É estranho para mim estar do outro lado do muro, por assim dizer.

GD: Eu tenho certeza. Há tanta coisa que eu gostaria de falar com você sobre muitos assuntos e tendo apenas uma hora conseguiremos apenas arranhar a superfície. Como você sabe, este show diz respeito à sensibilização em relação aos nossos irmãos e irmãs estelares. Talvez, se estiver disposto, podemos começar com o seu relacionamento com SaLuSa, como chegaram a se conhecer e se poderia falar um pouco sobre ele para os nossos ouvintes.

MQ: Sim, de todas as formas. Vou ter que voltar ao tempo em que me aposentei, em dezembro de 1999. Eu tinha sido bastante ativo antes disso, administrando o meu próprio grupo. Após cerca de sete anos, parecia ter-se completado o seu curso, por isso, eventualmente, fechou. Então, com minha aposentadoria, assim como muitas pessoas, me senti um pouco perdido e durante alguns anos eu ficava fazendo uma coisinha aqui e outra ali, seguindo os meus interesses próprios na internet e mentalmente falava para o Espírito que eu sentia que tinha muito a oferecer e que queria ser usado, queria fazer mais , porque tinha mais tempo à minha disposição.
De qualquer forma, caçando pela internet, me deparei com o site em que publico atualmente, Árvore da Luz Dourada e notei que tinha uma seção em que eles convidavam as pessoas a enviarem artigos. Bem, como eu, durante um longo período, dava palestras sobre assuntos espirituais e coisas afins, não tomava muito do meu tempo ou me era difícil começar a escrever artigos, que eles aceitaram e que estão no meu site até este momento.

Assim, por um período eu enviava artigos. Então, um dia, Nancy Tate -- que também é uma canalizadora, que tinha primeiramente estabelecido o site, junto com Bob Towers, disse-me: "Eu estou com St. Germain aqui e ele quer dar uma palavra com você.”Isso foi uma surpresa! De qualquer forma, então ela ... St. Germain falou através dela e o cerne da questão foi, ele disse: "Eu gostaria que você sentasse no seu computador todas as manhãs e começasse a receber mensagens de mim", ou seja, de St. Germain, e, eventualmente, de contatos extraterrestres.

Então, eu nunca tinha sequer previsto ou pensado por um momento que faria algo assim, ou mesmo tivesse acariciado tal idéia, de modo que foi um pouco assustador em alguns aspectos ser subitamente requisitado a fazer isso. Bem, eu sempre achei que, se as pessoas lhe fizerem uma proposta como essa, especialmente se contiver objetivos espirituais e iluminação, que se deveria fazê-lo, ou pelo menos tentá-lo. Então, eu sempre estive disposto a tentar coisas.

Então, de qualquer forma, passei alguns dias pensando comigo mesmo: "Bem, como se começa?" Eu levantei de manhã cedo, porque sei que o melhor momento para fazer isso é quando se acaba de acordar e sua mente não está cheia com outras coisas. E, para ser honesto, eu não sabia bem como iniciá-lo. E eu pensei: "Bem, vamos supor que eu ache que esteja fazendo isso, e não estou?"
Enfim, eu estava sentado no computador uma manhã e ouvi distintamente uma voz me dizer: "Você se lembra de mim?" E eu percebi que era assim que parecia funcionar, quando esses contatos são feitos, que era St. Germain me lembrando que esperava que eu fizesse aquele trabalho e que eu tinha concordado em realizá-lo. Então, isso me guiou um pouco ao caminho. E, finalmente, eu fui fazendo-o.

E eu senti então -- e acho que isso acontece às pessoas que se ocupam com a canalização -- que poderia, então, determinar quando a energia presente era de outra pessoa, como St. Germain, e não a minha. Então, ao longo das semanas, gradualmente outras energias entraram, e ao mesmo tempo comecei a me conectar com um número de extraterrestres diferentes. Eu acho que tinha cerca de três de Sirius, um de Arcturus ... não me lembro quem eram os outros, e foi adicionado um muito mais tarde, de Vênus.
E eu estava recebendo essas mensagens cinco dias por semana, inicialmente. E então mais ou menos -- acho que foi, três anos atrás, me foi dada a informação de que o futuro viria por meio de um contato, que era SaLuSa, e que ele representaria a energia do grupo de seres que vieram nas ocasiões anteriores.

GD: Entendo.

MQ: Eu já sabia disso, porque já estava canalizando SaLuSa - que era de Sirius. Ele estava com a Federação Galáctica, juntamente com meus outros contatos -- com exceção de St. Germain, é claro, com quem tudo começou-- à bordo de uma dessas gigantes naves-mãe a partir da qual eles operam. Então foi isso, até, realmente, o tempo presente. E eu tenho canalizado SaLuSa três vezes por semana, durante alguns anos.

GD: E você tem experiência com ele para além da conexão que acabou de descrever? Você já o viu? Você já esteve na nave no plano astral ou fisicamente?

MQ: Eu não tenho qualquer outro conhecimento, o que é um pouco irritante, às vezes. Eu queria ter tido. Eu adoraria que SaLuSa aparecesse. A única ligação que eu já tive e que foi adicional ao meu contato foi há alguns anos, quando uma pessoa me enviou um email me dizendo "Estou lhe enviando um desenho psíquico de SaLuSa”. Aparentemente, ele lhe apareceu e ela o desenhou e enviou-me uma cópia.
Foi estranho, realmente. Ela nunca tinha feito muito contato comigo. Foi simplesmente a questão de enviar esse desenho psíquico para mim. Então, eu não tinha certeza se poderia validar o que ela me enviou. Quer dizer, eu não poderia realmente dizer: "Sim, é ele," porque eu nunca o vira. Mas tenho que dizer que sentia que parecia correto. E eu acho que é nisso que a gente confia, no nosso tipo de sentimento intuitivo no momento.

Eu não tenho nenhum contato direto com SaLuSa, no sentido de que eu possa chamá-lo. Mas suspeito que quando sento para fazer as minhas mensagens ... Quero dizer, eu realmente envio a mensagem mentalmente de que estou pronto e espero que ele esteja lá, coloco minha proteção, e et cetera, et cetera. Então, eu sinto que há uma energia ali, e quando ele está comigo, a mensagem vem no curso.
Às vezes, ela flui muito rapidamente e eu posso quase que sentir uma presença. Às vezes -- talvez tenha a ver comigo e como me sinto, se estou me sentindo bem ou o que quer que seja -- é um pouco difícil, por vezes, começar. Pelo menos, é assim que eu sinto. Mas, geralmente, quando começa, então, flui direto até o fim. Então, isso é tudo que eu posso dizer realmente, de minha parte.

Mas eu apostaria que, quando as pessoas me fazem perguntas e eu meio que sento e até certo ponto, medito sobre as questões, SaLuSa provavelmente entra em contato comigo e me leva a dar as respostas certas. Isso é o que eu sinto.

GD: Há muito acontecendo agora. As coisas estão se construindo. E se você fosse resumir as mensagens mais recentes em uma -- e eu lhe agradeço, pois sei que isso pode ser um desafio—qual seria essa mensagem? Quero dizer, o que é que você sente como sendo o mais importante para as pessoas ouvirem agora?
MQ: Bem, eu andei pensando sobre isso, desde que você me deu a dica de que poderia me fazer uma pergunta como esta. E eu acho que possivelmente seja algo que apareceu na mensagem de hoje e não pela primeira vez, mas só para realmente confirmar e garantir que as pessoas percebam isso.

E essa parte da mensagem que eu acho que é muito importante é que agora estamos realmente no tempo das mudanças e para muitas pessoas já poderão parecer bastante caóticas e poderão atingir um pico antes da calmaria, mas lembremos que, independentemente do que aconteça agora, qualquer que seja a sua experiência, não há nada que possa alterar as conclusões finais deste período em Dezembro deste ano, quando o alinhamento ocorrer, que nos levará à Ascensão. É tentar confortar as pessoas e dizer-lhes: "Não desanimem, não se preocupem, não fiquem com medo. O que quer que lhes aconteça, basta lembrar-se que estão avançando no cronograma rumo à Ascensão. "

GD: Lindo. E ... sim, muito bem dito. E, para os nossos ouvintes, esta entrevista está sendo gravada na sexta-feira, 9 de Março, mesmo que vá ao ar no domingo seguinte, então a canalização a que Mike está se referindo foi a de sexta-feira, dia 9 de Março.
Eu adoraria ouvir a sua perspectiva, sabe, face a esses momentos históricos emocionantes e muito importantes a que vocês chamam de Ascensão, outros se referem como desdobramento, ou a Mudança --qual é a sua compreensão em termos de como os nossos irmãos e as irmãs estelares estão nos assistindo neste momento?

MQ: Bem, eu estou absolutamente certo e eles confirmaram isso de que eles estiveram conosco por centenas de milhares de anos. Sua presença é, obviamente, mais evidente neste momento particular por causa do fim deste ciclo de dualidade. Olhando para trás, acho que foi em 1990 que os Sirianos decretaram que iriam começar a nos preparar e a eles próprios realmente para o primeiro contato.

Então eu acho que a ênfase do contato com eles começou realmente a partir de 1990. E, claro, se você voltar aos anos de 1940, quando os primeiros alertas de UFOs começaram, acredito que tenha sido a primeira fase desta ênfase em tornarem-se conhecidos para nós, naquele tempo, principalmente através de suas naves aparecendo nos céus, e naturalmente fazendo algum contato, como com George Adamski, por exemplo e, em seguida aparecendo novamente, fazendo com que os avistamentos fossem um pouco mais regulares, às vezes um pouco mais surpreendentes, até que tenhamos chegado a esta fase, onde há um monte de gente como eu, fazendo canalizações e eu realmente acho que é algo que nunca existiu, se você voltar no tempo apenas 50 anos.
E, claro, houve mais contatos e eu entendo que eles regularmente estiveram, por exemplo, em contato com cada presidente dos EUA quando vieram. Então, eles têm se tornado conhecidos por um bom tempo, mas mais enfaticamente desde o início dos anos 90.

GD: E a pesquisa que eu encontrei diz que eles vêm aqui como seres benevolentes, amorosos, como nossos irmãos e irmãs, que querem nos ajudar durante este período importante, durante esta mudança, além de ajudar a Mãe Terra a curar-se e fornecer tecnologia para esse fim e para ajudar a nossa evolução enquanto sociedade. Você sabe, eles tem outros dons também.

MQ: Ah, com certeza. Concordo com o que você disse por completo. E, claro que o interesse em nós, isto é, por parte dos principais grupos de extraterrestres, provavelmente os mais significativos -- Sirianos, Pleiadeanos, Andromedanos –é porque eles são a nossa família verdadeira e se relacionaram conosco ao longo de milhares e milhares de anos porque eles acompanharam o nosso desenvolvimento, e é claro que ajudaram de alguma forma em nosso desenvolvimento genético. Somos parte ETs já.

GD: E você teve uma experiência direta, não é mesmo? Um contato com OVNIs?

MQ: Sim, eu tive sim. Sim, bem, eu tive -- se puder colocar desta forma -- a sorte, de acordo com um monte de gente que nunca viu nada do que eu diria ter sido a minha experiência pessoal que isso fora providenciado para mim. Eu sei que parece um pouco de bazófia, mas se eu explicar as circunstâncias, você provavelmente aceite meus sentimentos sobre isso.

Na década de oitenta, eu costumava frequentar a um pequeno e regular grupo de pessoas que se reuniam uma vez por mês para experimentar e desenvolver contato com os ETs. E o cara que dirigia o grupo era um vidente fantástico. Curiosamente, bem, eu digo “curiosamente” ele ainda está vivo hoje, e tem ... ele fez 88 anos ontem, então ainda está forte. De qualquer forma, ele podia entrar em contato com os ETs. Ele podia chamá-los. E ele costumava escrever as suas mensagens, mesmo naqueles dias, embora ele nunca as tivesse distribuído publicamente, de forma que as pessoas pudessem guardá-las. Era feito em um grupo pequeno e privado.

De qualquer forma, costumávamos nos encontrar sempre nos sábados, pelo menos uma noite de sábado por mês. E eu deixei o grupo, uma noite, estava indo para casa, acho que o encontro durou das 11 até às 12:00 h. E foi uma noite muito agradável. Não estava chovendo ou qualquer coisa assim. E parte da minha viagem de volta passava através de uma área na Inglaterra chamada “Sanderstead”— talvez alguns ouvintes possam realmente conhecer o lugar, é uma espécie de área quase rural, e em um momento, eu estava descendo uma colina, que tinha algumas casas à minha esquerda e uma grande área aberta e um campo à minha direita.

E enquanto eu descia a colina, de repente eu vi, entrando em minha visão através do pára-brisas, descendo de cima e ficando bem à minha frente, era uma nave prateada azul. E também estava voando bem baixo. Quero dizer, para mim parecia muito grande. Mas sabe, a gente tem um senso de altura quando vê alguma coisa, e eu não teria pensado que estava voando mais alto do que 300 ou 400 metros acima do meu carro.
E ela estava indo muito devagar, acho que propositalmente para que eu pudesse dar uma boa olhada nela. Então, enquanto eu descia a colina em direção ao entroncamento no final, eu pude ver a nave se movendo muito lentamente na minha frente e depois desapareceu sobre os telhados das casas adiante.

Agora, o que era estranho nela ou pareceu estranho para mim no momento -- embora eu já tenha descoberto que isso não é nada incomum – é que parecia que ela estivesse pulsando e que deixava uma imagem pequena da nave por trás dela . Mas isso, eu pensei, pelo fato de eu já estar me reunido regularmente para fazer contato com os ETs, era um deles reconhecendo que tínhamos feito o contato e se mostrando. Então, eu achei que foi realmente, realmente maravilhoso.

Eu tive um outro avistamento positivo. Eu vi, vi, bem ... em várias ocasiões eu vi coisas que poderiam ter sido OVNIs, mas eu estou falando aqui apenas das duas vezes que identifico como sendo avistamentos próprios de naves espaciais.

Eu tinha um telescópio também que costumava usar durante esse período. E não tinha uma ampliação fantástica, apenas 70 vezes. E o que eu costumava fazer -- porque o meu interesse era olhar para a Lua -- eu costumava esperar uma boa noite clara, obviamente, e concentrar-me na Lua. E uma noite, quando eu estava olhando para a Lua através do telescópio, pude ver claramente um disco voador vir de um lado e passar por toda a minha visão. E eu suponho que pelo fato de estar muito longe, ele se moveu muito lentamente, e eu pude ver distintamente a forma típica do disco voador, com a cúpula no topo, sabe, com uma cabine, mas não consegui ver as escotilhas, obviamente . Então eu achei que foi muita sorte avistar aquela nave que deveria estar passando por ali naquele momento em particular.
Então, sim, esses dois eu me sinto muito confiante em dizer que foram avistamentos de OVNIs reais.

GD: Há milhões de naves ao redor da Terra agora. E elas estão esperando o momento certo para aterrisarem. E você falava sobre como...você estava falando, antes, sobre o porquê de eles não estarem muito ... porque eles ainda não se envolveram totalmente.

MQ: Sim. Bem, eles já disseram repetidas vezes que não podem fazer contato aberto até que estejam satisfeitos de que é seguro fazê-lo, o que, naturalmente, faz com que algumas pessoas se surpreendam porque pensam, “perái, com sua tecnologia, por que eles veriam qualquer perigo em qualquer oposição na Terra?” Bem, é é claro que estão corretos.

Mas eles estão mais preocupados com a segurança das pessoas na Terra, no caso de os seres escuros tentarem fazer alguma encenação de um ataque falso, porque eu já fui informado de que o governo dos EUA já tem uma frota de cerca de 100 naves voadoras, por isso seria muito fácil para eles , por exemplo, organizarem um ataque falso.
GD: E eles também estão conscientes de não querer instilar o medo nos humanos na Terra. Eu fico pensando na propaganda e na mídia que temos visto ao longo dos anos, muitas vezes em filmes, em que mostram naves chegando em grande número, um cenário terrível sendo encenado. E eles certamente não querem encorajar esse tipo de cena também.

MQ: Não, absolutamente. Acho que tivemos sorte de ter bons seriados como Star Trek, que foram muito importantes, penso eu, em transmitir às pessoas que se pode ter extraterrestres com o tipo humano, que não se diferem muito de nós. E eles os mostraram a cooperar com as pessoas da Terra e a trabalhar juntos, então existe um certo tipo de equilíbrio. Mas eu acho que durante muitos anos, especialmente em filmes...temo que os ETs tenham sido descritos como seres que querem tentar tomar a Terra e que vieram aqui para nos destruir.

GD: Agora, você menciona a cabala escura. Parece bastante claro que a cabala escura está rapidamente perdendo sua força. De que maneira você tem visto isso acontecer?
MQ: Bem, eu acho que é pelo despertar das pessoas. Acho que ainda temos um caminho a percorrer, mas agora as pessoas estão se conscientizando da verdade do que está acontecendo nos bastidores, da forma como foram manipuladas e controladas, acho que estão finalmente rompendo com esse controle. Mas acima de tudo, elas estão sendo capazes de motivar-se e entrar em grupos, oferecem uma oposição ao que está acontecendo, fazem suas vozes serem ouvidas. Então eu acho que eles estão trazendo o equilíbrio, talvez, um pouco mais em seu próprio favor.

E, é claro, com os extraterrestres nos dando respaldo, pelo menos desde 1990, de uma forma que não acontecia antes dessa data, que foi quando ficou acordado entre os Sirianos ajudar a Terra -- eu acho que isso nos ajudou, mesmo de maneiras de que talvez não tenhamos consciência. Mas até mesmo eles, através da sua canalização na Terra, estão se tornando mais abertos em dizer-nos sobre a natureza do que estão fazendo. Se dermos os primeiros passos e colocarmos nossos esforço e intenção nisso, acho que eles terão, como tiveram, autorização para nos dar ajuda.

GD: E eu gosto do que você está falando em termos das pessoas elevarem a sua consciência, se unirem. Estou pensando na Primavera árabe, estou pensando sobre o Movimento Occupy e na cabala escura perdendo terreno, também estou pensando nas recentes detenções de que ouvimos falar.
E pelo que entendi, houve relatos e esforços que foram reprimidos, diminuídos ou esmagados, no sentido de tentar iniciar outra guerra envolvendo o Irã, por exemplo, e um novo sistema financeiro vindo à tona. Portanto, há um monte de coisas encorajadoras para se mencionar.

MQ: Ah, sim. E nas últimas semanas, pode se dizer que ficaram muito, muito ativas. Foi já recentemente que John Kettler revelou alguns dos incidentes que vêm acontecendo. E, se bem me lembro, houve duas tentativas no Golfo Pérsico de tentar criar um incidente para provocar a Terceira Guerra Mundial. E os iranianos, suponho que se sentiram um pouco vítimas, pegos em sua própria situação e com raiva, possivelmente, realmente armaram um contraataque.
Mas todas essas coisas foram interrompidas. E os ETs disseram que não permitiriam, sob quaisquer circunstâncias, a guerra, e na verdade eles até já alertaram as pessoas a nem serem agressivas umas com as outras. Então, acho que antes do tempo, haverá algum acontecimento que obrigará todos esses aparatos militares a fazerem uma pausa. E se não o fizerem, acho que serão desativados, como os extraterrestres fizeram ao longo de um tempo com as bases nucleares subterrâneas.

GD: Certo, certo. Bom ponto. Você tem alguma idéia de quantos extraterrestres estão em nosso planeta agora?

MQ: Não, realmente não, porque suponho que alguns estão aqui porque já reencarnaram aqui. Mas sei que não quis perguntar isso, você está falando de ETs reais. Percebi que eles tiveram bases na Terra por um bom tempo, por um longo tempo, quero dizer centenas de anos. Eles têm algumas, obviamente, dentro da Terra, outras abaixo do solo oceânico ou no fundo do mar. Então, eles estiveram operando a partir de bases terrestres por um longo, longo tempo.

GD: Uma coisa que talvez você possa me ajudar a entender mais, eu sei... voltando ao ponto anterior em que muitos de nós, talvez a maioria de nós, estaríamos conectados a nossos irmãos e irmãs estelares geneticamente. Eu não tenho certeza de quantos seres aqui são verdadeiros seres humanos da Terra ou seriam aqueles que poderiam ser consideradas sementes estelares. Você tem essa sensação?

MQ: Bem, acho que somos todos seres do espaço aqui na Terra, porque não temos ... eu duvido que a Terra seja a nossa origem.

GD: Sim, sim.

MQ:Duvido que qualquer um de nós tenha se originado na Terra, em primeira instância, por isso devemos ser todos seres do espaço, a partir dessa interpretação. Mas eu acho que viemos de várias outras civilizações. Na verdade, apenas recentemente nos foi dito que a raça humana era extremamente única em sua maneira por causa do envolvimento genético de vários extraterrestres diferentes. E temos nada menos do que 12 diferentes civilizações que contribuíram para sermos o que somos agora. Então, não é de se admirar que eles digam que realmente somos únicos e que somos uma raça muito especial, se preferir chamá-la assim.

GD: Certo. Como você imagina que será a nova Terra, assim que o primeiro contato ocorrer e a Ascensão ocorrer?

MQ: Bem, eu acho -- além do que eles já nos indicaram – que só poderíamos compará-la com o modo como descreveram suas próprias casas, porque, obviamente, o que se faz realmente para si mesmo depende de quão longe se avançou e de que tipo de tecnologia se tem. Mas o meu sentimento é de que ela vai ser semelhante aos planetas que têm as Cidades de Cristal, em que não se tem qualquer fonte separada de energia dentro das casas e que são geralmente circulares, pois não usam o desenho quadrado de coisas como o fazemos.

GD: É para o fluxo de energia?

MQ: Sim, é. É a forma perfeita para isso. E as fazem de materiais que são desconhecidos para nós, que têm a sua própria, como poderíamos chamá-la, fonte inerente de luz. E é claro que já nos prometeram que teremos dispositivos de energia, através dos quais --embora não possamos entendê-lo ainda -- poderemos produzir nossas próprias roupas, nossa comida e quaisquer outras fontes de energia que queiramos. Então ....

GD: Isso acontece através da tecnologia replicadora?

MQ: Sim, esse tipo de coisa, de fato, sim. E o planeta estaria absolutamente, cem por cento livre de qualquer poluição e não haveria nada sobre ele que poderia causar alguma poluição. E além disso, não precisaríamos usar nada que a causasse. Então, estaria muito longe do que sabemos aqui, e, claro, a própria energia ao seu redor já seria muito edificante. Acho que é um pouco como as pessoas que tiveram uma experiência de quase morte, que se esgueiraram aos níveis ligeiramente mais elevados, em que a energia é realmente tão bonita que elas raramente, ou nunca, querem voltar ...

GD: Sim.

MQ: ... é tão bom. Acho que é indescritível, realmente. Mas eu só posso pensar que, depois de ter estado fora do corpo nos reinos mais elevados, sendo atendido pelo meu ... por um tipo de pessoa angelical, que me cercara de uma sensação como se eu estivesse embebido em uma espécie de xarope de amor, se preferir , que deve ser algo parecido. É como se tivesse o amor radiante de alguém em você o tempo todo, e é um sentimento maravilhoso.

GD: E isso me lembra o termo, "a consciência da unidade", que entendi que é realmente o modelo, na verdade, do que iremos ver e experimentar na nova Terra.

MQ: Eu acho que é isso mesmo. E nós realmente já devemos, dentro de nossas mentes, ir tentando nos trabalhar para esse tipo de compreensão já. Claro que não será possível – pelo menos eu acho --- até que tenhamos ascendido. Mas sim, a consciência da unidade é realmente a norma, eu acho, e suponho que outra terminologia seria “consciência de grupo”.

GD: Um-hmm. E eu também penso sobre o que fazemos em termos de trabalho, como podemos nos associar uns com os outros, como podemos compartilhar recursos - quer dizer, tudo isso irá mudar completamente. E a luta que muitos na Terra estão enfrentando, eu penso na Terra atual. E certamente a Terra do futuro terá tantos recursos abundantes para todos, por isso não haverá luta. E todos os seres e a Mãe Terra terão a oportunidade de prosperar e continuar a progredir.

MQ: Sim, é verdade. A meu ver, estamos indo para uma era em que a tecnologia irá assumir todas as tarefas e trabalhos que fazemos no momento. Eles têm computadores altamente sofisticados que são orgânicos e têm um nível muito alto de consciência própria. Assim, uma grande parte do trabalho é feito por esses computadores fantásticos. E eu acho que nós caminharemos para uma época , realmente, em que tudo será agradável. Você irá fazer o que quiser. O tempo será todo seu, eu acho, para brincar.

GD: E para nos permitir prosseguir em nossos esforços espirituais também, como seres espirituais que somos e para nos dar a oportunidade, a liberdade de aprofundarmos a nossa espiritualidade e continuarmos a crescer.

MQ: Sim, eu acredito nisso. E tenho certeza que quando dermos esse passo rumo à Ascensão, obviamente, o nosso próprio nível de consciência irá se expandir de forma bastante dramática, e acho que o nosso impulso natural será estar a serviço das outras pessoas. Eu acho que é assim que acontecerá, é isso que faz parte da constituição da Federação Galáctica, ou seja, civilizações evoluídas que atingiram o ponto em que seus membros podem trabalhar com amor incondicional.

GD: Com o lema de servir aos outros ao invés de servir a si mesmo?

MQ: Absolutamente, sim.

GD: Você mencionou a Federação Galáctica. O que é a Federação Galáctica e qual é papel de SaLuSa nela?

MQ: Bem, acho que você pode ser convidado a integrar a Federação Galáctica. Eu nunca tenho certeza de quantos países estão nela, mas uma vez me disseram que era cerca de 36. Mas eu não acho que seja uma progressão natural. Como eu disse, acho que quando chegarmos ao nível em que a nossa civilização tenha ascendido, haverá essa oportunidade de se juntar à Federação Galáctica.
Existem outras, aparentemente. Não é o única. Então essa seria uma maneira de servir a outras pessoas, com certeza, quero dizer, se você se juntar a eles. Então, sim, isso é uma escolha que você faz de sua própria vontade.

GD: A Federação Galáctica é uma representação de planetas, de sociedades, de naves ou tudo isso?

MQ: Eu acho que é de civilizações, porque ... eles falam de si próprios, no sentido de serem Sirianos, Arcturianos, Andromedanos, Pleiadeanos, então para mim eles falam de uma civilização, em cada caso.

GD: E nós, o que parece, teremos enquanto seres humanos da Terra algumas opções quando Ascensão chegar, que inclui voltar para o nosso planeta natal, de origem, permanecer aqui na Terra ou talvez servir junto à Federação Galáctica. É isso?

MQ: Sim, eu acho que cada uma dessas seria uma opção. Acho que algumas pessoas, ao saberem quem realmente são e depois de recordarem sua família, talvez, de volta ao seu planeta natal, gostariam de voltar a ele. Mas mesmo além, suponho que você possa fazer uma visita e, em seguida, decidir que talvez queira juntar-se a algo como a Federação Galáctica. Essa é a beleza da coisa, você tem total liberdade para escolher seu próximo estágio de evolução.

GD: E parece que muitos de nós já podem ser membros da Federação Galáctica. Estamos aqui a serviço no planeta Terra e simplesmente não sabemos disso.
MQ: Eu acho que isso é verdade. Sim, sim. Eu fui informado por uma psíquica que eu sou ... um Siriano. Então eu posso aceitar isso.

GD: Sim.

MQ: E eu acho que há um monte de outras pessoas como eu que talvez tenham encarnado especialmente nos últimos anos, talvez não apenas na vida presente, mas talvez tenham tido uma série de vidas como preparação para este período, especificamente para estar a serviço quando forem necessários.

GD: Um-hmm. E qual é o papel SaLuSa com a Federação Galáctica?

MQ: Bem, estranhamente, eu nunca recebi realmente qualquer outro detalhe.
Eu suspeito que talvez, na medida em que ele assumiu o papel de contato, que talvez ele seja uma espécie de líder, talvez, de um determinado ramo de suas atividades. Isso é tudo que eu posso pensar.

GD: E quando conversávamos antes, você estava falando um pouco sobre as naves. E eu achei que era realmente interessante, especialmente como as naves podem imitar o que podemos estar experiencinado aqui na Terra. Assim, por exemplo, eles podem ... eles poderiam replicar uma floresta ou outros ambientes de forma tal que podemos até não perceber a diferença.

MQ: Absolutamente. Porque você vê algumas naves tão grandes, que eles ... eles estão, provavelmente, além da nossa crença e semi-compreensão. Quero dizer, algumas das naves-mãe, aparentemente, tem cem milhas ou mais de diâmetro, onde claramente se poderia ficar perdido facilmente dentro de uma delas, sem se perceber que está mesmo à bordo de uma nave.

GD: Então, quando eu penso em uma nave-mãe de uma centena de quilômetros de diâmetro, de quantos cômodos estamos falando? Você tem essa sensação?

MQ: Ouvi dizer que são quatro ou cinco níveis. Normalmente, o último nível é como um hangar, onde eles guardam as naves de reconhecimento.
Então, onde eles estão ... eles partem do nível mais baixo. Um dos níveis é também para a tripulação, como podemos chamá-los. E eu acho que os outros são instalações, digamos, as repetições dos próprios planeta das pessoas, em que elas escolhem viver, porque estão familiarizadas com isso, lhes convém.

GD: E eu acho que ... você mencionou Star Trek, e quando eu penso em Star Trek, talvez nos episódios mais recentes, penso nas naves que atendem a um número de diferentes sociedades, se quiser, ou diferentes entidades ou seres que representam diferentes sociedades, trabalhando em harmonia à bordo de naves há anos. Está correto?

MQ: Sim. Bem, uma das razões para isso é que um monte de extraterrestres vivem centenas de anos. E, na verdade, eu estava lendo sobre um grupo particular que vive cerca de 2.000 anos. Então, é claro, a razão é que na energia superior, o corpo não envelhece nada. Então, você poderia, de certa maneira, viver para sempre!
Mas acho que quando você quer mudar, é claro que pode. Você acaba de sair do seu corpo e pega outro. E foi interessante, eu li sobre as mesmas pessoas que se, por exemplo, sofreram em algum tipo de acidente e perderam sua vida, o que podem fazer é imediatamente reencarnarem como um adulto. Então, eles cobrem tudo. Há uma grande continuidade.

E é muito interessante, eu acho, porque daí você pode entender como alguns dos extraterrestres que nos dão mensagens falam sobre períodos como Atlântida e Lemúria. É bem possível que eles estivessem na mesma vida e por isso se lembram dessas civilizações muito claramente.

GD: É interessante. Você estava falando sobre como os seres podem assumir uma forma mais jovem. E isso é, penso eu, uma das coisas que nós ansiamos, especialmente quando pensamos em nosso planeta Terra atual, em que há tanta doença. A Nossa nova Terra não terá lugar para isso.

MQ: Absolutamente. É a norma entre o nível superior, que não se envelheça jamais.

GD: Então, pode-se assumir uma forma que pareça 20, 30 anos de idade e mantê-las por muitos, muitos anos?

MQ: Absolutamente, sim. Você pode chegar até alguém que pareça ter cerca de 30 anos e perguntar: "Quantos anos você tem?" E eles dizerem ...

GD: Centenas de anos. Ou milhares? Sim..

MQ: ". Oh, eu tenho apenas mil anos de idade" ... Sim, certo.
E é claro que isso se aplica a tudo. Esse é o ponto. Ao contrário daqui, onde a radiação pode envelhecer e, eventualmente, destruir as coisas materiais em seu nível, por causa de sua própria composição, você tem que se lembrar que estamos nos tornando um corpo cristalino, ao invés de base em carbono—e não há nada fora do seu corpo que lhe cause o envelhecimento. Portanto, esta é a razão pela qual você realmente pode se manter jovem.

GD: Entendo. Você mencionou as Cidades de Luz antes e fez uma referência a elas agora. Qual é o seu entendimento de como as Cidades de Luz entrarão em operação aqui no planeta Terra?

MQ: Bem, há uma que está de materializando e que provavelmente se tornará visível em questão de poucos meses, será a primeira que a aparecer, em Sedona. E haverá outras pela Terra, no decurso do tempo. Tenho a impressão -- embora não se tenha realmente dito isso -- que, talvez, ela seja, de fato, uma nave-mãe. Não é uma cidade da mesma forma que a conceituamos. É uma cidade de cura. Eles têm vários edifícios lá e outras instalações que parecem ser totalmente configuradas para a cura.

GD: E estamos esperando um número dessas cidades em todo o mundo?

MQ: Sim, haverá, sim. A figura que já descreveram até agora não parece muito boa. Mas sim, assim que Sedona aparecer, o resto a seguirá.
Eu tenho que pensar comigo mesmo que muito do que vai acontecer depende mesmo de nos livrarmos de todas essas entidades das trevas que estão nos lugares de poder e autoridade e cessar as guerras. E então, com as mudanças governamentais e líderes provisórios nos governos, então eu acho que o cenário estará pronto para aceitar este tipo de coisas.
Se a Cidade da Luz, por exemplo, aparecesse de repente amanhã, acho que em cinco minutos seria rodeada por cerca de 5.000 soldados e não seria possível entrar nela nem cinco milhas. Você iria achar tudo isso normal, uma cobertura terrestre e controle imediato.

GD: Então, ainda há uma presença... com os Illuminati, a cabala escura... ainda há essa presença. Pode não haver ... parece que foi ... sua força, sua fortaleza foi diluída consideravelmente, mas ainda temos alguma coisa para desobstruir.
MQ: Bem, ainda há pessoas que os apoiam em toda a linha. Acho que alguns dos militares podem estar divididos a esse respeito, mas certamente quando você observa os níveis mais altos de controle, alguns deles são totalmente contra as idéias do que os Illuminati estão fazendo. Eles são...eu só tenho uma palavra para isso, eles estão de fora e são ex-belicistas.

GD: Você poderia falar da sua perspectiva sobre Bill Wood e a convergência das linhas do tempo?

MQ: Sim, bem, eu acredito que está sendo o momento, porque faz todo o sentido para mim e foi confirmado por mais de uma fonte. Mas o que eu gosto e que parece satisfazer-me, é aquela em que acho que Bill Wood viajou, porque ele era um viajante do tempo, e descobriu que quando você chegar em 21 de Dezembro deste ano, elas convergirão. Eventualmente, há apenas uma linha do tempo. Aparentemente, no momento, existem basicamente duas, há a da Luz e a da escuridão. Mas a da escuridão não tem nenhuma chance contra a linha do tempo da Luz.
Então, essa é a minha razão para acreditar totalmente. E quando você pensa nisso, faz sentido, realmente.

GD: Bem, o que eu acho é, e nós conversamos sobre isso antes---é que temos tantos poderes para afetar como as coisas se parecem, como as coisas acontecem, como os eventos tomam forma, que em última análise, há uma linha do tempo, ou há um Plano Divino e ainda temos muito controle sobre como as coisas serão quando chegarmos lá. E uma das mensagens que eu tenho ouvido claramente de nossos irmãos e irmãs estelares é que eles não estão vindo para fazê-lo por nós. Eles estão vindo para cá como co-criadores, como iguais, para nos ajudar. E há uma série de razões pelas quais eles estão fazendo isso.

Eu acho que é importante lembrarmos que eles não estão vindo para nos salvar, e que temos... eles estão vindo para ajudar, com certeza, como nossa família galáctica e nós temos muita influência quanto à forma como as coisas acontecem.
MQ: Sim, acho que o tempo todo, embora nós estejamos apenas começando a perceber o nosso próprio poder individual de criação, estamos projetando nossos pensamentos e idéias e criando o nosso futuro. Então, se teremos uma suave jornada rumo à Ascensão ou um mau bocado, em grande medida, dependerá de nós. Mas à luz do que está acontecendo agora, eu acho que está começando a se provar que os nossos níveis de consciência têm se elevado consideravelmente e que estamos mais alinhados, penso eu, com a jornada suave.

Não foi há muito que as pessoas esperaram que seria tudo bastante catastrófico e que chegaria o Apocalipse e tudo isso, e eis que estamos em março, e nesse sentido tudo tem sido relativamente calmo. Pois se as pessoas disserem "Oh, e os tsunamis?" Bem, você tem que ficar em cima do muro sobre isso, porque há várias indicações de que eles foram feitos mesmo pelo homem.

GD: Ao longo dos anos temos ouvido falar de datas, de previsões em torno da Divulgação e outros anúncios. Você vem fazendo isso há algum tempo e eu não quero colocá-lo em uma posição de falar em datas ou previsões, mas que conselho você daria aos Trabalhadores da Luz que estão experimentando a frustração em torno do que parece ser freqüentes atrasos e adiamentos? Temos ouvido coisas, de sua parte, desde os anos 90 e um monte de pessoas vieram a se manifestar, "Ei, sabe, quando é que isso vai acontecer? Por que os atrasos?” O que você gostaria de dizer em relação a isso?

MQ: Bem, vocês só têm que continuar a ser pacientes. Eu sei que fica muito cansativo. Até eu me senti frustrado algumas vezes. É uma questão de ter fé e....eu não sei se já mencionei isso antes, quando estava falando com você, mas a mensagem é que não fiquem preocupados, não fiquem com medo de nada que aconteça ao seu redor, à Terra ou o que quer que seja, porque nada pode realmente impedir a Ascensão de acontecer.
Agora, essa é a questão importante. Nada mais realmente importa muito. Então, por que se preocupar se a Divulgação fora prometida para o ano passado e não aconteceu ou se os pilares de luz foram prometidos e não apareceram? Não importa nem um pouco, para ser honesto.

GD: Está sentindo que este ano será diferente para você, em comparação com os outros anos?

MQ: Ah, sim, sim. Sinto, mais uma vez neste ano que o tempo está se acelerando mais do que nunca. Eu acho que é verdadeiro dizer, embora possa ser até certo ponto, que eu me sinto mais elevado. Quero dizer, é um estado de ser, e, obviamente, cada indivíduo pode atingí-lo dentro de si. Mas eu sinto que poderia passar por qualquer coisa e não teria importância. É como...é como se eu estivesse no meu mundo e tudo à minha volta estivesse no outro.

GD: Com o que você, pessoalmente, se sente mais animado em relação às mudanças da Nova Terra e o que a Ascensão vai trazer? E, você sabe qual será o seu papel depois da Ascensão?

MQ: Não, eu não tenho idéia. E, apesar de ter esse contato com SaLuSa e provavelmente com outros ETs, eu nunca tive qualquer conhecimento quando acordado de tê-los encontrado fora do corpo, que eu, sem dúvida, devo ter feito. Eu nunca vi nenhum, então eu estou realmente, nesse sentido, no escuro, para ser honesto.

GD: E existe alguma coisa em especial que realmente repercute em você quando pensa sobre a Ascensão e a Nova Terra?

MQ: Deus, bem, é tão excitante e tão grande ansiar por isso, por causa da mudança total que isso irá trazer. Acho que se tornar um tipo mais elevado de ser já é algo fantástico em si mesmo, e não ter todos os males, preocupações e problemas que você tem enquanto ser humano da Terra. Quero dizer, pensar que você pode estar livre de doenças e enfermidades já é uma mudança notável, eu acho que estou ansiando apenas por me tornar um ser superior e deixo todo o resto de lado.

GD: Claro. É realmente emocionante pensar e falar sobre isso, não é?

MQ: Sim, absolutamente.

GD: Agora, quando você foi falar com os grupos sobre extraterrestres e OVNIs, que tipos de coisas diz às pessoas, particularmente aos céticos?

MQ: Bem, os céticos são pessoas a quem é muito difícil dizer qualquer coisa, porque tendem a querer uma prova absoluta. E então, quando você pode oferecer-lhes alguma, muitas vezes não é suficiente. Não é o tipo de prova que eles querem. Então, eu não sei. Eu digo às pessoas que se elas discordarem de mensagens SaLuSa ou de qualquer coisa, bem, eu respeito o seu direito de ter sua própria opinião e seguir a sua própria verdade.

E é assim que eu lido com alguém que tem algo a dizer, porque a questão toda é, eventualmente, haverá apenas a verdade que permanecerá. Então, não temos que discutir sobre isso, acabamos por dizer, "Ok, você pensa do seu jeito, eu penso do meu, e um dia nós dois saberemos a verdade!"

GD: Bem, isso é um bom ponto. E eu acho que é uma das coisas pelas quais podemos ansiar ou olhar quando pensamos sobre a consciência da unidade, sobre reconhecer a diversidade, reconhecer a singularidade e as diferentes opiniões e posições, e ainda abraçar tudo isso.

MQ: Absolutamente, sim. Bem, eu acho que eles fazem o mundo girar, em certo sentido. Seria chato talvez se você estivesse em uma situação tão idílica que nunca acontecesse nada!

GD: Sim. Certo, certo. Que conselho você daria para as pessoas que estão se abrindo e aprofundando a sua espiritualidade e estão começando a aprender sobre esses tempos significativos?

MQ: Bem, obviamente se eles começaram a fazer isso, têm uma mente aberta, mas haverá tanta coisa acontecendo, tanta informação sendo dada e revelada sobre o passado, realmente tem que se ter uma mente muito, muito aberta e não tirar conclusões precipitadas. E é claro que é muito importante que você tente deixar suas crenças prévias para trás. Não deixem que elas governem a sua vida ou sejam a medida pela qual você julgará o novo, porque isso não vai funcionar. Você tem que ter uma mente aberta e estar preparado para aceitar uma visão totalmente diferente, um novo estilo de vida e sua finalidade e assim por diante.

GD: Muito bem dito. E eu queria voltar à história extraterrestre para apenas reconhecer que enquanto estamos falando, neste momento, de seres benevolentes que vieram no amor, não tivemos sempre isso aqui na Terra. Houve seres de outros planetas que queriam tirar recursos e assumir o controle e parcerias com os aliados da Terra para realizar esquemas que não teriam sido tão benevolentes.

MQ: Isso mesmo. Bem, acho que ao voltar para a Terra antes que ela fosse povoada por seres humanos do tipo que somos hoje, eu acho que outros extraterrestres estiveram, provavelmente, bastante livres para visitar a Terra, para tomar parte dos recursos, ou até mesmo morar aqui por um período. Mas durante um longo, longo tempo nós estivemos em quarentena e os extraterrestres que cuidaram de nós e nos protegeram mantiveram afastados os visitantes indesejados.

Mas, tendo dito isso, existe a Lei da Atração que eles obedecem, e, por exemplo, quando os Illuminati foram primeiramente contatados pelos Grays, ao invés de dizerem: "Não, caiam fora. Nós não iremos permitir que vocês fiquem na nossa terra em troca dessas tecnologias avançadas, pois somos seres espirituais”. Quero dizer, eles tomaram o caminho inverso, pois não podiam esperar para se apossar de tecnologia avançada a fim de colocar-se em posição primordial para controlar a Terra e as pessoas.

Então, sim, houve visitantes que não eram do tipo que tinham nossos melhores interesses em mente, mas, infelizmente, ainda que não tivessem sido convidados por mim ou por você, foram convidados por outras pessoas.
GD: E qualquer desses seres que ainda estão na Terra, com a Ascensão, não será capazes de ficar aqui porque o nível de vibração será tal que eles não conseguirão sobreviver, não é mesmo?

MQ: Muito correto, sim. Essa é a beleza e, penso eu, a justiça e a equidade do que vai acontecer com a Ascensão e tudo se resume em saber se você está na vibração certa para avançar com a Ascensão. Se você não estiver, então, você está bem certo, não poderá ir. Então essa é a grande limpeza e triagem realmente da raça humana.
Não é dizer que as pessoas que não estiverem prontas sejam inferiores, de alguma forma. Nós todos seguimos nosso próprio caminho em nosso próprio ritmo. E eles terão outra chance em outro lugar para continuar sua evolução e um dia no futuro terão outra oportunidade como esta.

GD: O que ... reconheço que estamos encerrando as coisas aqui e que gostaria que tivéssemos muito mais horas. Foi uma conversa e discussão tão lindas certamente para mim e eu sei que para nossos ouvintes também. Você disse que estamos em um período de fluxo, de caos e de mudança, parafraseando-lhe. Quando chegarmos ao final deste ano, haverá mais mudanças. E você falou em níveis vibracionais.
Que recomendações você daria para as pessoas a fim de ajudá-las a manter uma vibração mais elevada, a ficar centradas na paz durante estes tempos de mudança?

MQ: Bem, eu acho que uma das coisas mais importantes é não permitir que nada o faça sentir medo, porque o medo e qualquer uma das outras emoções negativas puxam para baixo a sua vibração. Então, você tem que isolar-se, de certa forma, contra qualquer tentativa ou quaisquer eventos que aconteçam e que possam derrubar as suas vibrações. E a principal maneira, penso eu, de fazer isso é se concentrar na Ascensão e tentar viver sua vida no agora, como acha que irá vivê-la depois da Ascensão.

GD: Eu gosto disso. Eu gosto muito disso. Bem, Mike Quinsey, foi uma grande alegria tê-lo no show. E obrigado por esses momentos e espero que possamos fazê-lo novamente algum dia.

MQ: Bem, quem sabe? Em poucos meses, bem que poderemos! Esperançosamente, teremos muito mais a falar.

GD: Eu tenho certeza que teremos. Bem, obrigado, mais uma vez.

MQ: Por nada. Eu gostei. Muito obrigado, Graham.


Postado por Steve Beckow


Website: the2012scenario.com/
Tradutora: Flávia Criss

No comments:

Post a Comment

The Declaration of Human Freedom

The Declaration of Human Freedom

http://stevebeckow.com/wp-content/uploads/2011/02/Earth1.jpg


Every being is a divine and eternal soul living in a temporal body. Every being was alive before birth and will live after death.

Every soul enters into physical life for the purpose of experience and education, that it may, in the course of many lifetimes, learn its true identity as a fragment of the Divine.

Life itself is a constant process of spiritual evolution and unfoldment, based on free choice, that continues until such time as we realize our true nature and return to the Divine from which we came.

No soul enters life to serve another, except by choice, but to serve its own purpose and that of the Divine from which it came.

All life is governed by natural and universal laws which precede and outweigh the laws of humanity. These laws, such as the law of karma, the law of attraction, and the law of free will, are decreed by God to order existence and assist each person to achieve life’s purpose.

No government can or should survive that derives its existence from the enforced submission of its people or that denies its people their basic rights and freedoms.

Life is a movement from one existence to another, in varied venues throughout the universe and in other universes and dimensions of existence. We are not alone in the universe but share it with other civilizations, most of them peace-loving, many of whom are more advanced than we are, some of whom can be seen with our eyes and some of whom cannot.

The evidence of our five senses is not the final arbiter of existence. Humans are spiritual as well as physical entities and the spiritual side of life transcends the physical. God is a Spirit and the final touchstone of God’s Truth is not physical but spiritual. The Truth is to be found inward.

God is one and, because of this, souls are one. They form a unity. They are meant to live in peace and harmony together in a “common unity” or community. The use of force to settle affairs runs contrary to natural law. Every person should have the right to conduct his or her own affairs without force, as long as his or her choices do not harm another.

No person shall be forced into marriage against his or her will. No woman shall be forced to bear or not bear children, against her will. No person shall be forced to hold or not hold views or worship in a manner contrary to his or her choice. Nothing vital to existence shall be withheld from another if it is within the community’s power to give.

Every person shall retain the ability to think, speak, and act as they choose, as long as they not harm another. Every person has the right to choose, study and practice the education and career of their choice without interference, provided they not harm another.

No one has the right to kill another. No one has the right to steal from another. No one has the right to force himself or herself upon another in any way.

Any government that harms its citizens, deprives them of their property or rights without their consent, or makes offensive war upon its neighbors, no matter how it misrepresents the situation, has lost its legitimacy. No government may govern without the consent of its people. All governments are tasked with seeing to the wellbeing of their citizens. Any government which forces its citizens to see to its own wellbeing without attending to theirs has lost its legitimacy.

Men and women are meant to live fulfilling lives, free of want, wherever they wish and under the conditions they desire, providing their choices do not harm another and are humanly attainable.

Children are meant to live lives under the beneficent protection of all, free of exploitation, with unhindered access to the necessities of life, education, and health care.

All forms of exploitation, oppression, and persecution run counter to universal and natural law. All disagreements are meant to be resolved amicably.

Any human law that runs counter to natural and universal law is invalid and should not survive. The enactment or enforcement of human law that runs counter to natural and universal law brings consequences that cannot be escaped, in this life or another. While one may escape temporal justice, one does not escape divine justice.

All outcomes are to the greater glory of God and to God do we look for the fulfillment of our needs and for love, peace, and wisdom. So let it be. Aum/Amen.

http://stevebeckow.com/worldwide-march-millions/declaration-human-freedom/.


WikiLeaks
Help us fight the extrajudicial US banking embargo: have you contributed to WikiLeaks this month?

Don’t Abandon Julian Assange Now

Messages of Love and Light

Messages of Love and Light
Index

Galactic Family and Keshe

Click the button CC to choose your language subtitles

JAIL THE BANKERS

The 2012 Scenario

FEBRUARY 7, 2013 - 7:00PM EST

FEBRUARY 7, 2013 - 7:00PM EST
T O R O N T O

Profile for Fran Zepeda

オバマが国際刑事裁判所に再加入・・・米国はもはやならず者国家ではない 2012年5月3日

オバマが国際刑事裁判所に再加入・・・米国はもはやならず者国家ではない 2012年5月3日
Japanese

Qu’est ce qu’être humain? par Steve Beckow